Notícias

Julho 12, 2019 11:37 AM

Bruno Gonçalves é o Mandatário distrital da candidatura do Bloco de Esquerda. Tem 43 anos. É Vice-Presidente da Associação Cigana Letras Nómadas, Mediador, Formador e Delegado Nacional do Conselho da Europa para o Programa ROMED (Roma Mediation).

Julho 11, 2019 03:07 PM

A lista do BE candidata pelo círculo eleitoral de Coimbra, às eleições legislativas de 6 de Outubro, foi aprovada em Assembleia Geral de aderentes do distrito de Coimbra e ratificada pela Mesa Nacional do BE, bem como o seu Mandatário: Bruno Gonçalves.

Julho 9, 2019 02:01 PM

No dia 9 de julho de 1980, morreu Vinicius de Moraes: um dos mais populares poetas brasileiros. Vinicius foi escritor, diplomata,  jornalista e músico. Por António José André.

Julho 2, 2019 04:52 PM

No dia 1 de julho de 1925, morreu Éric Satie. Foi um compositor, escritor e pianista francês. Ireverente e excêntrico, teve influência no cenário da vanguarda parisiense do início do século XX. Foi precursor da música ambiente, do teatro do absurdo e do minimalismo.  Por António José André.

Junho 26, 2019 04:37 PM

No dia 28 de maio de 1919, estreou-se o filme alemão "Diferente dos Outros"("Anders als die Andern"). Escrito por Richard Oswald e Magnus Hirschfeld é considerada a primeira longa-metragem LGBTQI+ da História, Foi uma bandeira que serviu para alavancar a luta pelos direitos sexuais. Por António José André.

Junho 19, 2019 02:16 PM

No dia 19 de junho de 2010, morreu Carlos Monsiváis. Foi um escritor, jornalista e ativista político mexicano, conhecido pela sua visão sarcástica e linguagem cáustica. Por António José André.

Junho 12, 2019 04:03 PM

No dia 11 de junho de 2009, morreu Ricardo Rangel. Foi um fotojornalista e fotógrafo moçambicano. No final dos anos 40, iniciou as primeiras denúncias contra a situação colonial. Enquanto fotografava a cidade dos colonos, Rangel revelava a desumanidade e a crueldade do colonialismo. Por António José André.

Opinião

Se por um lado, nós, “os Figueirinhas”, andamos revoltados porque temos muitas obras à porta de casa, naquelas freguesias já só resta a resignação e a impotência para fazer avançar obras essenciais

Além da luta que travamos contra o vírus, há também uma luta de modelo de sociedade que é travada entre o medo e a solidariedade. Saibamos todos e todas privilegiar a solidariedade, apoiando as medidas que respondem às necessidades de todos e de todas.